Museu de Ciências  e Tecnologias  da Puc Rs

Dica de passeio super bacana para os maiorzinhos ( e para os já adultinhos): Museu da PucRS!!! Levamos a nossa Lelê para um passeio especial, presente de Dia das Crianças. Ela está com 4 anos e se divertiu muito! Já havia ido com a Dinda Cibele ano passado, haviam aproveitado, mas, como a própria Dinda havia dito, é um passeio “anual”, ou seja, pode ser feito todo ano que SEMPRE será novidade! Explico, o museu é super interativo. Da pra “tocar” nos experimentos. Fazer a coisa acontecer. Então, a cada ano, haverá alguma novidade para a criança, pois sua capacidade de entendimento e de atenção (logo, de interesses) vai mudando a cada nova etapa do desenvolvimento. Acordamos com a idéia de ir na pracinha da Puc ( outro dia conto sobre o play da Puc) e depois ao cinema. Porém, o tempo amaçando chuva e o filme num horário esquisito fez mudarmos os planos. E aí surgiu a grande dúvida: vamos onde? Nossa querida santa faxineira já estava aqui em casa, a postos, esperando sairmos para botar tudo de ponta cabeça ( nosso ap é bem pequenino, um ninho como eu chamo, então faxina, eu, marido e criança no mesmo lugar não rola). Dai o marido sugeriu o museu da Puc. Confesso que segurei um:” mas o que vamos fazer lá com uma criança de 4 anos?”. Eu já tinha ido umas duas vezes, mas com crianças maiores. Mas, segurei a língua, sorri e concordei, eu não tinha nenhuma idéia melhor mesmo. Fomos às dez horas da manhã. Diplomados na Puc tem desconto. Alunos da Puc também, assim como estudantes e idosos. Crianças até 5anos não pagam ingresso durante a semana, e até 7anos nos finais de semana. Eu paguei ingresso inteiro. Uma pulseira que nos dá acesso a todo museu, podendo entrar e sair quantas vezes precisar durante o dia. 

 Entramos e fomos direto ao espaço para crianças pequenas (até seis anos). Uma área reservada, montada para os pequeninos! Cheia de coisinhas interessantes, jogos… Bem legal! Ficamos ali quase uma hora até que chegou um “passeio” de uma escolinha e muitas crianças tomaram conta do lugar. Minha Lelê, que não paga imposto para falar e fazer amigos, já se enturmou e brincou com os novos amiguinhos. Porém já estávamos ali há algum tempo e ainda tínhamos três andares para explorar, então, partimos para novas descobertas! No segundo andar tem a exposição sobre os dinossauros e a evolução da vida na Terra! O máximo escutar minha cientista me explicando que os dinossauros nasciam de ovos e que um meteoro caiu na Terra e eles foram “morridos”. Também aprendi que os humanos nascem da barriga das mamães e que as bactérias não tem mamãe. Ah! É também tem a parte sobre o sistema solar! Aqui, quem pirou foi a mamãe! E minha exploradora me contou que o Sol é uma estrela bem grande, a maior do “estema solar” (certamente aprendeu com a querida Luna, conhece? show da Luna!). 


 Almoçamos mais ou menos meio dia no Restaurante Panorama, na própria universidade, parênteses: o restaurante é delicioso, várias e variadas opções, vamos com certa frequência almoçar lá . Porém, há outras opções ali mesmo na Puc mais em conta para almoço e lanche. Voltando ao museu, chegamos pela manhã, pausa para o almoço e ainda ficamos até as 16 horas. 

No terceiro andar quem se divertiu mais foi o maridão, apaixonado por eletrônica, mecânica, eletrostáticas…. explicava o que sabia para a nossa filha, que corria orgulhosa me contar o que havia aprendido! E a cada (re) passada por algum experimento, lá corria nossa menina curiosa para olhar, tocar, cheirar, dar a opinião dela ou perguntar “pra que serve?”. É o papai explicava o movimento dos imãs, da eletricidade, dos motores, engrenagens. 


Gurias, mães de maiorzinhos, muito legal o programa! Divertidíssimo! Ah, e como eu disse lá no início, é passeio para nós também porque tem muita coisa legal de eletrostática, mecânica, história, biologia… Até eu “brinquei” no elevador de aspirador de pó! kkkkk. Tem o show de eletrostáticas, que acontece às 10:30, as 14 e as 19 horas e algumas apresentações pagas a parte, mas a idade mínima é 7 anos, então não participamos. 

Só mais uma dica: vá com sapato confortável, pois caminhamos “móitoooo”!!! Estacionamos no estacionamento da Puc mesmo. 
Tanise GM Bernardes, mãe da Lelê (4anos), moderadora do CdM (com as supers Carol, Dessa e Dani) e psicóloga. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s